SONORA (MS),

Saúde Bucal é tema de palestra a crianças do 2º ano do fundamental



Cerca de 40 alunos com idade média de 07 anos, do 2º ano da Escola Municipal Luigi Gazollo receberam nesta terça-feira (26), a visita da doutora especialista em Odontopediatria, Vanessa Cristina de Oliveira, que ministrou a palestra sobre “Saúde Bucal” no cotidiano e no dia a dia.

De acordo com a professora Margarida, a escola já havia recebido este tema e desta vez resolveu chamar a doutora Vanessa, que já tem um trabalho destinado as crianças, além de ser especialista em Odontopediatria. Ela fez várias explanações e orientações as crianças, quanto a manter uma higiene bucal satisfatória no dia a dia.

“Trabalhar com a prevenção e a promoção de saúde bucal em crianças, com ações educativas e palestras, é a motivação necessária para uma mudança de hábito! Além disso, o auxílio da família também causa um impacto muito grande no desenvolvimento da criança. Infelizmente, atualmente, a cárie, é uma doença muito comum, com índices elevados no Brasil, e a família precisa ter em mente qual a importância do cuidado com a alimentação e com a higiene para cada indivíduo”, destacou Vanessa.

Vanessa argumentou que o movimento de sair do espaço odontológico e adentrar as salas de aula, resulta em um importante ponto que faz realmente a diferença para as crianças, permitindo a elas uma melhor qualidade de vida.

“Aos professores, fiquei muito grata em saber a forma como trabalham com o tema de Saúde Bucal com seus alunos, em especial a professora Margarida e sua auxiliar, Isadora, que de forma lúdica também orientaram as crianças durante as aulas como manter o sorriso saudável”, disse Vanessa.

A palestrante explica que nas consultas, na área de Odontopediatria, um dos principais focos, além do exame clínico e de imagem, é explicar aos familiares, e principalmente às crianças, a cuidar da saúde bucal, explicando os passos necessários de modo objetivo, sem deixar de atuar com o lúdico!

Vanessa também lembrou com carinho de seu tempo de escola, assim como rever seus professores de infância. “É muito bom voltar a escola que eu estudei durante o ensino fundamental e rever os professores que me deram aula na época, a base do meu aprendizado foi aqui e hoje podendo contribuir me sinto muito feliz”, concluiu Vanessa.

idest