SONORA (MS),

Trabalho e nova categorização do Turismo fez Sonora subir de categoria no mapa do Turismo na região


Enelto juntamente com a equipe trabalharam e recuperaram o ICMS ecológico que havia perdido. O fato de Sonora ter sido inserido no mapa de Turismo no período de um ano de gestão isso demonstra fruto do nosso trabalho e comprometimento com a melhoria do turismo na nossa cidade " Vamos recuperar uma verba de R$ 400 mil para ser investido no turismo", disse Enelto 

O trabalho e nova categorização do Turismo fez Sonora subir de categoria no mapa do Turismo na região, o grande feito foi anunciado pelo prefeito Enelto no último dia 15 na abertura dos trabalhos da Camara. O detalhes interessantes e que em menos de um ano de gestão o prefeito Enelto juntamente com a equipe trabalharam e recuperaram o ICMS ecológico que havia perdido. Ontem na sessão solene em tribuna Ramos reforçou o argumento dizendo que foi feito todo um mapeamento um trabalho diferenciado para que o feito acontecesse. Com isso a gestão de Enelto vai recuperar uma verba de R$ 400 mil para investir no Turismo de Sonora.



A nova categorização aponta que oito municípios do MS tiveram crescimento econômico pelo setor, sendo cinco deles no norte do Estado (Alcinópolis, Figueirão, Paraíso das Águas, São Gabriel do Oeste e Sonora). O Ministério do Turismo atualizou a categorização dos municípios que compõem o Mapa do Turismo Brasileiro. Esse instrumento é importante para acompanhar o desempenho da economia do turismo nos municípios e serve também como balizador de políticas do setor e direcionamento de verbas federais.


De acordo com a nova categorização, oito municípios do Mato Grosso do Sul tiveram crescimento econômico pelo setor, cinco deles são da região norte do Estado – Alcinópolis, Aparecida do Taboado, Figueirão, Paraíso das Águas, Porto Murtinho, São Gabriel do Oeste, Sonora, Vicentina – seja por terem aumentado o número de empregos através do turismo, ampliado os estabelecimentos formais de hospedagem ou o fluxo de turistas domésticos e internacionais.

Sonora Aparecida do Taboado, Porto Murtinho e São Gabriel do Oeste   foram para a categoria C e os outros quatro destinos para a classificação D. O Mato Grosso do Sul também se destaca entre os estados brasileiros por não ter tido nenhum município com redução em suas categorias.“A melhoria na classificação de oito destinos mostra que nos têm trabalhado cada vez mais para fortalecer a atividade turística. O fato de Sonora ter sido inserido no mapa de Turismo no período de um ano de gestão isso demonstra fruto do nosso trabalho e comprometimento com a melhoria do turismo na nossa cidade", disse Enelto

É importante ressaltar que a categorização é um processo dinâmico e perene que, assim como o Mapa do Turismo Brasileiro, deverá ser atualizado e aperfeiçoado periodicamente.APOIO DO MTUR - Segundo portaria 39/2017 do MTur, somente municípios classificados entre "A" e "D" podem pleitear apoio a eventos geradores de fluxo turístico. De acordo com a nova categorização, as cidades de Aparecida do Taboado, Porto Murtinho, São Gabriel do Oeste e Sonora agora podem contar com até R$ 400 mil por ano para realização de festejos, enquanto Alcinópolis, Figueirão, Paraíso das Águas e Vicentina com R$ 150 mil.

Todos os municípios – de A a E -, estão aptos a pleitear recursos de infraestrutura, como construção de estradas e rodovias de interesse turístico; de orlas e terminais fluviais, lacustres ou marítimos; reforma de terminais rodoviários intermunicipais e interestaduais, de aeroportos, de ferrovias e estações férreas de interesse turístico; sinalização turística, entre outros. "Este ano, vamos ampliar os eventos para a família, jovens , desportistas e visitantes e com isso , inserir cada vez mais Sonora no Mapa do turismo."disse Enelto.



Fonte
Ministério do Turismo