ANÚNCIOS

DATA

SONORA (MS),

Com paio da prefeitura Projeto Mudança com plantio de mudas ajuda ressocialização de presos e ao meio ambiente

Uma estufa foi construída para realização dos trabalho, bem como dada toda orientação técnica aos envolvidos.


Com apoio do prefeito Enelto mais um projeto é lançado nessa gestão, o Projeto Mudanças foi lançado na tarde desta terça-feira (31) no centro de convivência, antigo Cras, tendo apoio de empresas e da Prefeitura Municipal de Sonora,  e idealizado pelos conselhos de segurança de Sonora o projeto já esta em execução e dará redução de pena de presos do semi-aberto e receberá mão de obra de condenados em pena privativa de liberdade, convertidas em serviços a comunidade. 

O Projeto tem o objetivo de ressocializar presos do semi-aberto ou condenados em pena alternativa. Um viveiro foi construído no local e as primeiras mudas já foram confeccionadas. Nesta primeira etapa foi realizada por presos do semi-aberto onde terão os dias trabalhados diminuídos em sua pena. De acordo com Vitor Augusto, que é um dos conselheiros, nesta segunda etapa o projeto contará com mão de obra oriunda de pena alternativa aplicada pelo Judiciário e os recursos com compra de  material e semente são do fundo dos conselhos adquiridas através de ações disciplinares. 

O prefeito Enelto Ramos (PMDB), destacou a importância de projetos como este que além de dar oportunidade ao ser humano de pensar no que fez de mau, ajuda a melhorar o meio ambiente com plantio de arvores nativa ou frutífera. “Quando este projeto chegou a minha mesa, de imediato me coloquei a disposição e tenho o imenso prazer de poder ajudar a realizá-lo. Pelo meio ambiente e pelos reeducandos, que ambos precisam de atenção e oportunidade. É um início, mas com certeza virá outros projetos e terei o prazer de ajudar a dar uma chance aos reeduacandos e a natureza”, frisou Enelto.


O Padre Londres compareceu a solenidade e comentou sobe vários pontos, como a logo, do nome e do objetivo do projeto e segundo ele, são pessoas que querem mudar, e que seja uma mudança de hábitos e de vida. “Mudança na educação de todos perante a ecologia e a natureza. Mudança externa, mas precisa também de uma mudança interna, não só dos reeducandos, mas de todos nós. Este ato não se baseia em obrigação, mas sim de um dever moral de todos na realização de projetos como este. Meus parabéns pela iniciativa”, destacou o Padre.

Participaram também representantes de vários seguimentos publico e privado, Paula Pereira dos Santos Rosalim represente da cooperativa Sicredi, vereadores Fábio Sinuca e Eliel Rufino, delegado da Policia Civil Francis Flávio Luiz Tadano, comandante da Policia Militar Marcio Felipe Ribas Junior, chefe de gabinete Antonio João, diretor de turismo Osmar Gilnei Gonçalves de Quadros o (Ratinho), gerente de assistência social e trabalho Rosimeire Quadros e a primeira dama Adenir Franco.


Ao final todos os participantes receberam uma muda de Goiaba, já produzidas no viveiro e que simboliza o inicio de uma mudança de hábitos e o inicio de projetos voltados ao plantio de mais arvores na cidade. Claudiano representante da Engie que fará parte do projeto, a empresa tem a satisfação de poder ajudar projetos como este que trás a sustentabilidade, reflorestamento e sócio educacional como base.