ANÚNCIOS

DATA

SONORA (MS),

São Paulo demite Rogério Ceni




O São Paulo Futebol Clube divulgou um comunicado oficial na tarde desta segunda-feira (3) anunciando a demissão de Rogério Ceni. O ex-goleiro é considerado um dos maiores ídolos da história tricolor, porém, não conseguiu se destacar na nova função de treinador e acabou sendo demitido após seis meses de trabalho.

O clube está na zona do rebaixamento e há seis rodadas sem vitória no Campeonato Brasileiro. O presidente do São Paulo, Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco afirmou. "O respeito e o reconhecimento pela grandeza de Rogerio Ceni, como figura histórica desta instituição, serão eternamente celebrados".

Como destaca o G1, o comunicado informa sobre Rogério Ceni "deixar o comando técnico de sua equipe principal". A nota ressalta que, "em sua passagem como treinador, Ceni demonstrou a dedicação e o empenho que o caracterizaram como atleta. Desejamos boa sorte a este que sempre será um dos maiores ídolos de nossa história".

QUEM ASSUME?


A diretoria ainda não fala em substituto. Sem Ceni e Michael Beale, o ex-volante Pintado, atualmente auxiliar (com cargo fixo no clube, independentemente da comissão técnica), deve assumir como interino – o próximo jogo é contra o Santos, domingo, na Vila Belmiro.

Dentre os principais treinadores disponíveis no mercado estão Dorival Júnior (ex-Santos), Marcelo Oliveira (ex-Palmeiras, Atlético-MG e Cruzeiro) e Dunga (ex-Seleção). Depois de duas experiências conturbadas com técnicos estrangeiros (o colombiano Juan Carlos Osorio e o argentino Edgardo Bauza), é pouco provável que a diretoria vá atrás de outro treinador gringo no meio de uma temporada. O GloboEsporte.com apurou que Dorival Júnior é o favorito.