ANÚNCIOS

DATA

SONORA (MS),

Câmara aprova projeto de Lei que vai de encontro com a comunidade evangélica.



Na noite dessa segunda-feira ,26, a Câmara Municipal de Sonora aprovou por unanimidade de votos  projetos de leis que autoriza o Poder Executivo, ajudar  financeiramente  a festa Celebra Sonora, O vereador Raphael  de Lemos parabenizou todo pela aprovação dos projeto. Em suas considerações finais o presidente da Câmara Ezequiel Reginaldo dos Santos (PSB), agradeceu a população pressente os vereadores pela aprovação do projeto e disse que é de grande importância para comunidade.   "Todas comunidades fazem festa a população evangélica também tem que fazer, essa minha preocupação posso demonstrar através de  projeto que tenho na câmara que mostra que sempre me preocupei em defender a população evangélica”, disse.

O projeto de lei n°150/2017 autoriza o Poder Executivo firmar Termo de Contribuição no valor de até R$ 70.000,00 (setenta mil reais). com entidade sem fins lucrativo para repasse de contribuições, com despesas às quais não corresponda contraprestação direta em bens e serviços e que não é reembolsável pelo recebedor, para que desenvolva atividades de interesse da população local, na realização do show Gospel Celebra Sonora para despesas de pagamento de músicos, tendo como finalidade contribuir para entidades beneficentes do Município, além da APAE, ADIBAP – e outras.

O Art. 2º estabelece que o  termo de contribuição deverá ser firmado com a entidade organizadora do evento, a ASSOCIAÇÃO DE PAIS E AMIGOS DOS EXCEPCIONAIS DE SONORA - APAE, entidade sem fins lucrativos, inscrita no CNPJ n° 03.319.663/0001-61, com endereço na rua das Perdizes, n° 127, neste Município, no valor de até R$ 70.000,00 (setenta mil reais). O vereador Juraci Honorio Pereira o Neco do Bar (PMDB), agradeceu o apoio no projeto " agradeço o apoio de todo que votaram a favor do projeto", disse.

Art. 3° - A APAE deverá prestar contas à municipalidade no prazo de 60 (sessenta) dias, após a realização dos objetivos pretendidos e outras condições serão estabelecidas quando da formalização do instrumento do Termo de Contribuição. Art. 4º - Os recursos supramencionados encontram-se consignados no orçamento vigente. Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação. Eliel Rufino disse está feliz por estar conseguindo realizar um sonho “a festa não é do Eliel e sim de toda comunidade evangélica, de todos vereadores todos os pastores e população obrigado a todos”, disse.


A sessão contou com a presença do assessor de Gabinete do deputado Junior Mochi ( PMDB). (Ratinho Sonora) e sua esposa Gerente de Assistência Social Rosemeire Quadros, pastores evangélicos pessoa da comunidade também estiveram presentes. Rose foi parabenizada pelo seu bom trabalho na pasta da Assistência Social.