ANÚNCIOS

DATA

SONORA (MS),

FILHO DE CANTORA CARIOCA É MORTO PELA PM NO RIO.

                          
Um dos filhos da funkeira Tati Quebra Barraco, 36, Yuri Lourenço da Silva, 19, foi morto na madrugada deste domingo (11) durante uma operação policial contra o tráfico de drogas no bairro de Cidade de Deus, no Rio de Janeiro. A informação foi confirmada pela cantora nas redes sociais. A funkeira fez um desabafo no Twitter citando a Polícia. "A PM tirou um pedaço de mim que jamais será preenchido. A PM tirou meu filho. Essa dor nunca irá cicatrizar".

Já no Facebook, ela escreveu uma postagem emocionada, lamentando o ocorrido. "Como deve ser pra você receber uma mensagem, ligação em meio ao show dizendo que seu filho está morto? Não queira passar nunca pelo o que estou passando. Não queira sentir nunca o que estou sentindo", afirmou. A Cidade de Deus foi a segunda favela do Rio a ter UPP (Unidade de Polícia Pacificadora). As forças de segurança entraram de forma permanente no local em 2009.

Segundo o comando da UPP Cidade de Deus policiais patrulhavam o local conhecido como Quintanilha na madrugada deste domingo (11) quando teriam sido recebidos a tiros. Os policiais revidaram e dois homens foram baleados e socorridos no hospital municipal Lourenço Jorge, na Barra da Tijuca. Uma pistola, dois rádios transmissores e droga em quantidade não informada foram apreendidas.

Yuri já teve passagem pela Polícia. Ele chegou a ser pego em flagrante, em 2013, por PMs na Taquara, zona oeste do Rio, depois de roubar um boné de um jovem de 22 anos na estrada dos Bandeirantes.Segundo registro de ocorrência feito na 32ª DP (Taquara), o adolescente estava acompanhado de mais três menores de idade, que conseguiram fugir. O boné foi recuperado pelos policiais.Na época, Yuri chegou a ser encaminhado para a Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA), mas foi liberado depois que a funkeira chegou à delegacia acompanhada de advogados.

Tati Quebra Barraco é mãe três filhos. Além de Yuri, ela tem a primogênita Carol Lourenço, 22, e a caçula Mila Cristine, 12.
A família ainda não informou detalhes sobre velório e sepultamento.

G1