ANÚNCIOS

DATA

SONORA (MS),

Professor recebe kits materiais escolares para trabalho 2016 pensando no aumento estabelecido pelo Governador Reinaldo.

                       

Ontem dia 29 professores da rede pública do município de Sonora receberam das mãos do gestor os kits de uniformes para o exercício 2016, que para o prefeito é um grande feito, mas que na verdade não passa de sua obrigação. Sem contar que o pensamento dos educadores poderia estar em outro assunto que ocorreu cinco dias antes e fora publicado no diário oficial???
                      
Cinco dias antes numa quarta feira dia (24), o governador do Estado-MS, Reinaldo Azambuja (PSDB) havia publicado no Diário Oficial decreto e tabela de reajuste para cada categoria incluso as gratificações para diretores. No entanto, o jornal que noticiou e publicou o ato, por incrível que pareça nem um pronunciamento inerente ao assunto, pois o prefeito nem se quer tocou no assunto, para animar a classe.

Confira:

Ao todo, são 9.112 professores efetivos em Mato Grosso do Sul, que já vão receber o reajuste em março, na folha de pagamento relativa ao mês de fevereiro. Os contratos também serão beneficiados pelo acordo, mas só recebem em abril, visto que as aulas da escolas estaduais voltam apenas no dia 29 deste mês.
Com a correção, o professor de nível médio vai receber R$ 3.151,68 por 40 horas semanais e o de nível superior, terá remuneração inicial de R$ 4.727,67.
Em maio de 2015 a categoria decidiu entrar em greve para garantir a integralização do piso. Depois que o governo o parcelamento do reajuste até 2021, repassando 4,32% em outubro do mesmo ano. Os professores não aceitaram a proposta e exigiram 10,98% de reajuste e a equiparação do piso até 2018.
Em reposta, o governo estadual afirmou que os servidores já receberam o reajuste, uma vez o ex-govenrador do Estado, André Puccinelli antecipou a data-base para dezembro de 2014. O TJMS (Tribunal de Justiça do Estado de Mato Grosso do Sul), concordou com o argumento e entendeu que as reivindicações dos professores estavam sendo feitas fora do prazo.
Diante disse, o Judiciário convocou uma reunião de conciliação e apresentou sugestão de integralização até 2021, com repasse de 4,37% em outubro de cada ano. A categoria acatou a decisão.
O decreto pode ser conferido na íntegra a partir da página 2 do Diário Oficial, disponível aqui
                    
Questionado e sem plano de meta para o uso do dinheiro publico  o presidente não quis falar.! o blog (sonoraagora.blogspot.com), foi atrás  procurou informações com alguns vereadores da base aliada do prefeito na câmara e ninguém soube responder se o orçamento de R$ 63,3 milhões aprovado em 2015 para o exercício 2016 da conforto suficiente para o gestor cobrir o valor decretado pelo governador aos educadores e acelerar o trabalho que andam a passos de tartaruga,  e cansado o povo de esperar pelas coisas que não acontecem, pois a maioria reclamando que na veem serviços???


É público e notório que nessa gestão o prefeito tem pegado queda de braço e acirrado longos conflitos com a classe educadora ao longo do seu mandato, por causa de reajuste, fato esse que se desgastou bastante.  Porém, com uma gestão ruim e rejeição de 92%, e ações que caminham a passos de tartaruga, levando em consideração a falta de planejamento, plano de meta, para o orçamento milionário desse ano de 2016. 


A família amarga uma péssima gestão, com gestor sem dialogo para bater na porta da esfera federal  e trazer recursos para resolver os problemas de Sonora. Em quanto isso, a população sofre com a lentidão de suas ações que não acontecem. Diante disso, entregar  kits escolares e reajustar o justo o que e de obrigação pode ser um dos maiores feitos de uma gestão fracassada???