ANÚNCIOS

DATA

SONORA (MS),

Marido se entrega à Polícia e confessa ter matado rival que deu carona à esposa

Acusado disse que assassinou o eletricista porque achou que ela estava tendo relacionamento amoroso com sua esposa. O assassinato ocorreu no momento em que a mulher descia do carro do eletricista, que havia lhe dado uma carona após o marido a deixar a pé.


O operador de máquinas, Luiz Pereira de Carvalho, 45 anos, se apresentou nesta quarta-feira (2), à Polícia Civil de Itiquira (280 km de Cuiabá), e confessou ter assassinado o eletricista Jair Andrade da Silva, de 35 anos, por ciúme de sua esposa (A.C.S, de 35 anos), já que ele a teria flagrado saindo de uma festa, de carona no carro da vítima. O caso teria ocorrido no último domingo (28), no Distrito de Branco do Sul. O assassino confesso alegou que desconfiava que os dois estivessem se relacionamento amorosamente.
Após prestar depoimento, operador de máquinas foi solto. A favor de Luiz contaram os fatos dele não ter antecedentes criminais, ter residência fixa e estar colaborando com as investigações. “Ele (acusado) se apresentou espontaneamente e por enquanto, responderá ao inquérito criminal em liberdade”, destacou, disse o delegado da unidade.
Em depoimento, o acusado, que também entregou a arma do crime, uma espingarda calibre 28, relatou que foi com a esposa a uma festa de amigos e teria desconfiado que a mulher estaria tendo um relacionamento extraconjugal com Jair, já que os dois, supostamente, estavam ‘trocando olhares’.
Por essa razão, Luiz acabou discutindo com a mulher e indo embora, a deixando sozinha na confraternização. Com isso, A.C.S. pegou carona com a vítima que a deixou na casa dela.No entanto, assim que a mulher desceu do carro, Luiz, que estava escondido atrás de uma árvore, surpreendeu e atirou no eletricista. Em seguida, fugiu. Jair morreu no local e o corpo foi levado ao Instituto Médico Legal (IML) de Rondonópolis.

Repórter MT